Um policial teria deixado sua arma cair e um disparo acidental atingiu a vítima

Miriam Oliveira, de 32 anos, levou um tiro dentro da farmácia Isalvo Lima, na tarde desta quarta-feira (05) por volta das 16h15, na Rua Lacerda Sobrinho, perto da Catedral,  no Centro de Campos.  Segundo informações, o disparo acidental partiu da pistola de um sargento da Polícia Militar, à paisana, que também estava na drogaria fazendo compras. O tiro  atingiu a coxa direita da mulher(veja na foto acima). A bolsa do militar caiu e uma pistola tipo Bereta disparou. O Corpo de Bombeiros foi acionado e socorreu a mulher para o Hospital Ferreira Machado (HFM).

De acordo com a polícia, o policial, de 50 anos, informou que a arma não possuía registro devido ser herança de família. Além da pistola com sete munições, que disparou, uma outra arma, uma pistola .40 com dez munições também foi apreendida.

O PM foi encaminhado para a 134ª DP/Centro,onde o caso foi registrado e ele autuado por porte ilegal de arma de fogo, sendo estipulada uma fiança de três salários mínimos para sua liberdade, que foi paga de imediato. Em seguida, o policial foi levado para a Delegacia de Polícia Judiciária Militar (DPJM) para medidas administrativas de praxe.

O Hospital Ferreira Machado(HFM) informou que o quadro da vítima é estável e não há risco de vida. A Polícia Civil vai usar as imagens das câmeras de segurança da farmácia na investigação.

Da Rádio Sintonia / Fonte: Campos 24h