Uma equipe da Polícia Civil sob o comando do delegado Gésner César Bruno, titular da 140ª Delegacia, seguiu até o distrito de Santa Clara, Porciúncula, onde foram exumados os corpos da mãe e do feto de nove meses, do sexo feminino, mortos durante parto no Hospital Natividade em 20 de junho.

Uma equipe de peritos e legistas do Posto Regional, de Polícia Técnico Científica, realizou o trabalho, em busca de indícios que possam elucidar o óbito de mãe e filha, depois que a família procurou a distrital em busca de explicações. Eles acusam a unidade de saúde de omissão. O caso segue sob investigação.

Da redação da Rádio Natividade – Foto: Jornalismo/Rádio Natividade