Um líder de grupo de louvor de uma igreja evangélica na cidade de Belém (PA) foi preso pela Polícia Civil após acusações de que teria estuprado uma adolescente de 13 anos, que era sua liderada no ministério.

O nome do acusado não foi revelado pela Polícia, mas a prisão aconteceu no bairro Tapanã, distrito de Icoaraci, após investigações que encontraram indícios de que o homem usava o templo da igreja que ambos freuquentavam para cometer os crimes.

Segundo informações do portal G1, a delegada Joseangela Santos, da Delegacia Especializada no Atendimento à Criança e Adolescente (DEACA) – ligada ao Centro de Perícias Científicas Renato Chaves – o suspeito agendava ensaios com o ministério de louvor e, após concluir a atividade, retinha a adolescente para estuprá-la.

A delegada revelou ainda que em seu depoimento, a adolescente contou que o acusado ofereceu dinheiro a ela e, posteriormente, fez ameças, para que ela não revelasse os abusos: “Os fatos foram descobertos porque uma testemunha entrou na igreja e viu o acusado em atitudes suspeitas fechando o ziper da calça”, explicou Joseangela Santos.

A denúncia levou a Polícia Civil a mobilizar uma equipe de investigadores, que encontraram indícios a partir de relatos. A vítima também foi submetida a exames para que o crime fosse comprovado, e a partir das provas, a Justiça expediu um mandado de prisão. Agora, o ministro de louvor está em custódia aguardando o indiciamento para responder à acusação durante o processo.

Da Rádio Sintonia / Fonte: G.Notícias